Central Blogs
. Licença Creative Commons
sulmoura de Maria Toscano está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://sulmoura.blogspot.pt/.

domingo, março 23, 2008

pasame su correo - mt

1.
.
pasame su correo para que le diga dónde habita
cual es su talla su móbil su calle y
su nombre
pasame su correo para que le hable desde el alma
desde el pelo de niña rubia que oculto
bajo el rojo, hembra ardiente
pasame su correo para que le lea sus derechos
a desar a olfactear y a todo libar
con labios
pasame su correo para que le invente
un sexo nuevo
lleno de óleos jazmineados con mi perfume y el suyo
pasa
pasa
pasame su correo
y le diré que resuscito
a las almas enfermas o calladas o solo tristes
.
después
no te olvides, ?che?, no te olvides
pasame su correo
y no esperes que vuelva a casa
.
por un par de tiempos
.
.
.
2.
.
pasame su correo
todo
el negro el blanco y el rojo y
el virtual
primo este
que aún no existe
es lo que me importa
siempre podré regalarle una ventana
mirando a una callejita con su santo o santa
por protectión
o, quizás, le inventaré una calle con nombre de dios
resuscitado
triunfante a la muerte así en su tierra
como en mi tierra
ahora y en la hora de nuestro abrazo
Ámen.
.
maria toscano no zaguán
23 Março 2008

Sem comentários:

já de abalada? ande cá! corra a cuartina de riscas e sente-se aí no mocho (no canapé? é melhor nã, nã seja que as preguetas lhe dêem cabo da roupa).
.
faz calôrê nã? é tempo dele! no cântaro hai água fresquinha! e se quiser entalar alguma coisaaaa... a asada das azeitonas está chêinha, no cesto hai bobinha e papo-secos (com essa chôriça... ou com o quêjo de cabra, iiiisso!, nessa seladêra de esmalte!);
.
chegue-se à mesa! - cuidado não lhe rebole a melancia para cima dos dedos do péi... assim... - entã nã se está melhórê?
.
nã, nã, agora nã vai máinada! estou a guardar-me pra logo... ora na houvera de sêri! ah! já lhe dê o chêro! pois é: alhos e coentros e um nadica de vinagrê... vem aí do alguidar de barro... sim, sã nas carnes prá cêa.
.
como nã sê o que o trouxe cá, forastêro, ‘stêja nesta sulmouradia como à da sua: pode ir mirando os links ("do monte"; "olivais..."; "deste planAlto..."; estas é que são...") os montes de que gostamos; pode ir vendo os posts por data ou esprêtando as nossas etiquêtas
("portados"); ou pode ir passando os olhos só pelos mais recentes.
.
ah! repare lá que por estes lados nã temos o hábito de editarê todos os dias - não é um blogue-diário, 'tá a vêri?; pensámo-lo antes como sendo uma espécie de blogue-testemunho das vozes do Sul (o de cá e os Suis todos); mas temos ainda muito qu'arengar... vamos lá chegando, n'éi? devagarê, que o sol quêma!
.