Central Blogs
. Licença Creative Commons
sulmoura de Maria Toscano está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://sulmoura.blogspot.pt/.

terça-feira, outubro 21, 2008

Higiene e Segurança do Lar: a) pêlos de cão

.
.
.
Hoje em dia, 
já se encontram disponíveis no mercado
variados produtos
muito eficazes na resolução e 
prevenção
de uma das consequências mais perniciosas
consequentes 
da decisão do consumidor decidir
ser proprietário de um animal doméstico
vulgarmente designado como
"cão" (ver composição:  €€€€€ - Base da Embalagem).
.
.
De modo a cumprir a normativa europeia de Julho deste ano, 
e no cumprimento das suas estratégicas competências
o departamento de qualidade da nossa empresa
decidiu informar o consumidor deste produto
com as seguintes normas
— testadas em laboratório e in vivo —
de modo a divulgar 
a pertinácia
do processo e dos resultados
obtidos
com uma margem de 99,9% de sucesso.
.
.
€€
Assim
caso seja proprietário de um animal doméstico 
conforme ao tipo "cão" (ver €€€€€ - Base da Embalagem),
os estudos efectuados permitem afiançar 
como Método — em 4 €tapas
mais eficaz
para afastamento, eliminação e
expurgação 
definitiva
dos pêlos compridos do dito animal
do dito tipo:
.
€ 1.ª - abrir todas as janelas do seu lar, de modo a obter-se a movimentação de ar 
(também conhecido como "corrente de ar");
.
€ 2.ª - aguardar que, com a movimentação do ar, se dê início ao processo 
dinâmico 
de movimentação de todas as partículas 
possíveis de movimentar pelo ar;
(de notar que, deste processo, estão excluídas 
movimentações de açúcar ou sal em excesso, de 
gorduras concentradas no sangue ou mesmo entre a 
pele e o esqueleto — para as quais o consumidor terá de 
recorrer a outro produto e 
a outra empresa concorrentes da nossa).
.
.
€ 3.ª- observar como, entre as partículas, se incluem 
os pêlos compridos (lisos ou encaracolados) 
do dito animal do dito tipo do consumidor;
.
€ 4.ª- aguardar que a operação referida na etapa 3.ª culmine 
na concentração da maior quantidade possível
de pêlos compridos 
(lisos ou encaracolados) 
do dito tipo do dito animal do dito consumidor
para, em seguida, poder proceder à aplicação do nosso produto
(também conhecido como "aspirador")
com menor demora e mais eficácia dos resultados.
.
.
€€€
Efeitos secundários: 
foi observado
em 1% dos casos 
que alguns dos ditos pêlos (se —e exclusivamente— os compridos) 
se caracterizam pela resistência à hegemonia espacial
pelo que tiveram de ser 
aspirados 
separadamente
seguindo uma metodologia 
de destruição cirúrgica.
.
.
.
€€€€
Em caso de combinação deste produto com outros: 
foi observado que o nosso produto também atinge 
índices muito satisfatórios 
nos processos de afastamento, eliminação e expurgação definitiva
de seres humanos indesejados,
quer se tratasse de seres domésticos ou,
apenas,
de meros colegas ou chefes de trabalho
dos indivíduos que constituiram
as múltiplas amostras 
estratificada e 
representativamente construídas 
para os ditos estudos.
.
.
.
€€€€€
Base da Embalagem:
Por pêlos de "cão" designam-se os pêlos de todo o 
quadrúpede 
que ladre que coma que durma que gana que orine que evacue que tenha cio e que não 
mie nem hurre nem grite nem pie nem se 
manifeste como se 
fosse outro quadrúpede 
ou, mesmo bípede, 
não considerado "cão".
.
.
.
maria toscano.
Coimbra, 21 Out/ 2008

3 comentários:

Victor Oliveira Mateus disse...

Dizia eu um dia destes ao Cláudio Lima que há uma linha da nossa poesia que corre o risco de se perder. Uma linha que já vem dos trovadores... uma linha que tem pontos altos (Bocage, Junqueiro, Natália...)... uma linha de "escárnio e mal-dizer", de crítica de costumes, etc.Mas afinal
não se vai perder, já percebi! Que
bom!!! Bjs.

sulmoura disse...

Vitor: decididamente — e ao contrário do que te carcteria na Literaura e na Poesia em especial — em costura ( e estou a ser muito sincera), em costura não és me pareces ser muito informado; uma linha é diferente de um alinhavo; e um alinhavo diferente de um pontinho — MAS ISSO NÃ TEM IMPORTÂNCIA QUANDO É UM AMIGO EXAGERADO QUE VEM VISITAR-NOS E SAR UM ABRAÇO DESTES !
:-)

seu exagerado: Bem Vindo! Sempre!
bêjus e bjs, da mt

sulmoura disse...

errata: queria ter escrito "caracteriza" / "não me pareces" / "DAR" — creio que se percebe bem "em vez de quê"...

já de abalada? ande cá! corra a cuartina de riscas e sente-se aí no mocho (no canapé? é melhor nã, nã seja que as preguetas lhe dêem cabo da roupa).
.
faz calôrê nã? é tempo dele! no cântaro hai água fresquinha! e se quiser entalar alguma coisaaaa... a asada das azeitonas está chêinha, no cesto hai bobinha e papo-secos (com essa chôriça... ou com o quêjo de cabra, iiiisso!, nessa seladêra de esmalte!);
.
chegue-se à mesa! - cuidado não lhe rebole a melancia para cima dos dedos do péi... assim... - entã nã se está melhórê?
.
nã, nã, agora nã vai máinada! estou a guardar-me pra logo... ora na houvera de sêri! ah! já lhe dê o chêro! pois é: alhos e coentros e um nadica de vinagrê... vem aí do alguidar de barro... sim, sã nas carnes prá cêa.
.
como nã sê o que o trouxe cá, forastêro, ‘stêja nesta sulmouradia como à da sua: pode ir mirando os links ("do monte"; "olivais..."; "deste planAlto..."; estas é que são...") os montes de que gostamos; pode ir vendo os posts por data ou esprêtando as nossas etiquêtas
("portados"); ou pode ir passando os olhos só pelos mais recentes.
.
ah! repare lá que por estes lados nã temos o hábito de editarê todos os dias - não é um blogue-diário, 'tá a vêri?; pensámo-lo antes como sendo uma espécie de blogue-testemunho das vozes do Sul (o de cá e os Suis todos); mas temos ainda muito qu'arengar... vamos lá chegando, n'éi? devagarê, que o sol quêma!
.